Você tem Medos?

crianc3a7a-abusada-constatar-e1473963373584

A incerteza é parte de nossa existência, recorremos sempre à nossa capacidade de antecipação ou de previsão em busca de proteção ou de redução de consequências negativas. Essa busca de proteção se torna comum quanto mais os elementos de risco que nos afligem são compartilhados por outros, portanto, quando são riscos coletivos ou derivados de condições presentes na sociedade ou nos grupos dos quais fazemos parte.

O mundo atual é atravessado por uma crise de nossas certezas, tanto em relação ao domínio da natureza como em relação à constituição das socieda­des, devido ao enorme poder das transformações ocorridas nas últimas décadas, que geraram progressos, mas também sérias consequências. Vivemos uma época na qual somos confrontados aos riscos inerentes ao mundo social e à complexidade cada vez mais crescente de nossas relações, interações e decisões.

Preocupação, ansiedade e angústia, são termos que podem estar associados ao medo, assim como a insegurança em relação a uma pessoa, uma situação ou um objeto. Sentir medo é natural e saudável, pois ele nos protege de algum tipo de perigo e nos afasta de situações ameaçadoras, porém em excesso, pode prejudicar a dinâmica da vida de qualquer indivíduo. Quem sente medo evita contato com o objeto fóbico e, com isso passa a evitar certos tipos de situações que considera prejudicial.

O medo que está presente no cotidiano pode ser percebido pela quantidade de informação veiculada sobre o tema em diversas mídias que o abordam em suas várias dimensões. Ele vem atravessando o cotidiano e marcando de forma cada vez mais visível a vida coletiva e individual, o que leva o indivíduo à modificação de comportamentos sociais e hábitos mentais. É concebido como uma emoção choque devido à percepção de perigo presente que ameaça a preservação do indivíduo.

A respiração influencia diretamente o corpo que, por sua vez, tem ligação com o estado emocional.  Normalmente, a pessoa que tem medo tende a ter um grau maior de ansiedade para lidar com o que lhe causa esse mal-estar. Respirar profundamente, de forma serena e tranquila pode ajudar nesse processo. O medo gera tensão mental e corporal.

Você se sente assim? Procure ajuda, procure um psicólogo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s