O que é Transtorno de personalidade histriônica?

5808_b448d8292fd27ae25bbc2e09ad43ff88

O transtorno de personalidade histriônica é distinguido por um padrão generalizado da emocionalidade excessiva e uma grande necessidade de atenção. Pessoas com esse distúrbio têm emoções fortes e incertas, autoimagens distorcidas, pois sua autoestima depende da aceitação de outros, têm anseios fortes de serem percebidos, e muitas vezes se comportam de forma teatral ou imprópria para chamar a atenção, utilizam sua aparência física para agir de forma inadequadamente, sedutora ou provocante.

 Em algumas ocasiões agem de forma submissa para reter a atenção, acercar-se de ampla capacidade para comover aqueles que estão ao seu redor, podem ser exibicionistas, traços esses da personalidade durante a adolescência, porem se inicia na vida adulta, por estarem sempre à procura de elogios e atenção, investem muito tempo cuidando de sua aparência, pois são muitos vaidosos.

Por um lado, são altamente sensíveis e autocríticos, por outro lado, são animados e estão continuamente a procura de novidades e novos estímulos, pois se entediam facilmente com rotinas, ligam e desligam seus anseios em uma fração de segundos, ainda que intensos, dando a entender que são pessoas dissimuladas. As mulheres estão mais propensas a desenvolverem este transtorno.

Características que podem definir o comportamento da pessoa com transtorno de personalidade histriônica são:

1- Desconforto em situações que não é o centro das atenções

2- Atributos sedutores : Qualquer forma que possa focar os olhares para si é válida, seu comportamento costuma ser sexualmente sedutor e provocativo, passando a impressão de estar flertando, por esta razão, á uma grande dificuldade em ter amigos do mesmo sexo, por serem sedutores são vistos como ameaçadores

 3 – Dramatização e teatralidade: Embora suas emoções sejam aparentes “por serem encenadas”, o procedimento das mesmas costuma ser exagerada, são teatrais, dramáticos e contagiantes ao mesmo tempo, dramatizam situações em que são vítimas ou heróis, muitas vezes se perdem da realidade com seus relatos de fatos

4 – Sugestionável : Suas falas costumam ser impressionantes, mesmo se deparando com um assunto que não domine, fala com propriedade, transmitindo convicção para os ouvintes.

5 -“Sabe tudo”, também nos relacionamento: Fazem amizades com facilidade, porem no que se diz respeito a manter as relações não consegue, as pessoas costumam se afastar por suas exigências constantes de atenção e por sua necessidade de controlar e ser manipuladora.

Pessoas com transtorno de personalidade histriônica têm boas desenvolturas sociais, porem costumam usar essas habilidades para manipular de maneira que possam ser o centro das atenções.

A causa exata do transtorno de personalidade histriônica não é definida, podendo ser tanto por  fatores aprendidos como herdados, o indivíduo ira  desempenhando  um papel no decorrer de  seu desenvolvimento, podendo ser  simplesmente repetido pelo  comportamento aprendido, ou  outros fatores ambientais que podem estarem envolvidos, incluindo  a falta de críticas ou punições durante a infância; temperamento individual, caráteres psicológicos e formas pelas quais as pessoas aprendem a lidar com o estresse enquanto crescem. Este transtorno é mais comum em mulheres do que nos homens e geralmente se torna evidente por volta da adolescência ou nas fases iniciais da vida adulta.

Sintomas:

Pessoa com este transtorno podem:

  • Sentir-se desconfortável a menos que ele ou ela seja o centro das atenções;
  • Vestir-se de forma provocativa e/ou exibir um comportamento inapropriadamente sedutor ou vulgar;
  • Mudar as emoções rapidamente;
  • Agir de forma dramática, como se estivesse em um teatro,
  • Emoções e expressões exageradas, ainda que transpareça a falta de sinceridade;
  • Ser demasiadamente preocupado com a aspecto física;
  • Precisa constantemente de reafirmação ou aprovação;
  • Ser ingênuo e facilmente influenciado por outros;
  • Ser demasiadamente sensível a críticas ou desaprovação;
  • Ter uma baixa tolerância à frustração e tornar-se facilmente entediado pela rotina;
  • Não pensar antes de agir;
  • Tomar decisões precipitadas;
  • Ser egocêntrico e raramente mostrar preocupação com as outras pessoas;
  • Ter dificuldade em manter relacionamentos, algumas vezes parecendo falso ou superficial em suas relações
  • Ameaçar ou tentar suicídio para chamar atenção.

Tratamento com acompanhamento médico e psicológico é indicado, principalmente pelo fato de estarem mais propensas para o desenvolverem quadros depressivos, decorrentes dos sentimentos de abandonos constantes e por serem vulneráveis a críticas e reprovação, a psicoterapia poderá auxiliar o indivíduo a encontrar novas motivações, trabalhar os medos e pensamentos negativos, e a ajudar a pessoa a se relacionar com os outros de forma mais positiva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s